Aromas

 

brincar-na-lama1

Como é bom o cheiro do café no despertar

Recordações das mais simples para recordar

Que se espalham pela casa ao amanhecer

Aflorando os prazeres repentinos da alma

Que jazem adormecidos e fluem na calma

Quantas incertezas e proezas neste florescer.

 

E o aroma de pão quentinho saindo do forno

Sovado na amassadeira e comendo ainda morno!

Assados no forno de tijolos aquecido com madeiras

Dos resíduos das toras nos campos que ficavam aquém

Que  proviam algumas coisas especial para alguém

Enquanto isso era um refúgio para as brincadeiras.

 

Das crianças inocentes brincando com imaginação

Que se deliciavam com as frutas antes da maturação

Numa aventura  como se não houvesse mais ninguém.

E seduzidas  pelos aromas gostosos ficavam passadas

Com intensa satisfação comendo pão com marmelada

Sem nenhuma preocupação de onde os cheiros  provêm.  

 

 

 

Produção: Miriam Carmignan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s