Presente

bebe-deus

Quando alguém entrega um filho concebido

Feitura divinal para um ser comprometido

Sejam quais as circunstâncias que os levaram

Não importa, sem julgamentos, vingaram.

 

Num repente de desejo, o amor concebeu

Seus corpos se entregaram até o apogeu

Deliciando-se nos instintos e prazer de viver

Sentindo emoções inconscientes sem temer.

 

E, no seu ventre, uma semente adentrou 

Até o quando das evidentes transformações

Em seu íntimo a consciência do que se passou.

 

Liberando suas entranhas, permite brotar

Com toda ternura acalentar suas emoções

Despudoradamente, muita luz para aflorar.

 

 

 

Produção: Miriam Carmigan

Anúncios

Um comentário sobre “Presente

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s