Brincando

pai-e-filho

Numa noite agradável e harmoniosa

Pai e filho brincando, rolando no chão

Brincadeiras gostosas e palavras afetuosas

Na simplicidade plena, que se eternizarão.

 

Com seus gestos simples e fraternos

No quente e aconchegante seio do lar

Com os trejeitos docemente ternos

Livres, não vendo o tempo passar.

 

Incontáveis barreiras  ultrapassei

Com sentimentos sufocados de dor

Um diferente rumo  experimentei.

 

Contagiantes estripulias, que alegria!

Eu, sempre por perto,  com muito amor.

Nenhum sentimento de nostalgia.

 

 

 

Produção: Miriam Carmignan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s