Tijolos

 

Construção de casas

Num silencioso lugar onde a terra é macia fresca e escura

Abrigando preciosos tesouros que encantos propuseram

Escavo fazendo valas profundas para que fiquem seguras

As escoras de um santuário que abrigarás aos que se foram.

 

Num intenso frio de uma  manhã  nebulosa sem iguais

Uma grande pilha de tijolos enrijecidos meio avermelhados

No aguardo da edificação majestosa com materiais petrificados

Por  um andante habilidoso redescobrindo seus dons celestiais. 

 

Desafiando os preconceitos de uma insana caminhada

Onde as competições corridas lhe trouxeram intensas alegrias

Confortando um coração conflituoso, no entanto esperançoso

Em continuar construindo passagens que assegurem sua jornada.

 

Mãos entorpecidas que se aquecem com o despontar do calor

Onde as almas espreitam por entre as flores multicoloridas

Num vislumbre solitário, rodeando a fonte com muito amor

Buscando por entre as frestas verdes o encanto das já floridas.

 

 

 

Produção: Miriam Carmignan

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s