Ano bom ou ano ruim?

 

deusa

Penso que seja muito difícil definir um ano bom ou ruim…

Para cada movimento no universo, situações diferentes.

E se dão conforme os fatores circunstanciais dos instantes

Impróprio querer justificar ou culpar determinados atos.

O que é bom para mim, pode não ser para você. É um fato.

Independentemente dos acontecimentos, a percepção é assim.

 

Cada um percebe as  movimentações do tempo, do seu jeito.

Porém, quando caminhamos com objetivos previamente traçados

E formos compromissados com nossas escolhas, e disciplinados  

E,  em algumas situações precisarmos retroceder,  para se ajustarem  

Em que, num período de conformidades os ciclos se fecharem

Precisamos ter a paciência necessária e aproveitar o que já está feito.

 

Dos  erros e os acertos já passados, tirar proveito e tentar dinamizar

Conjeturando novas associações, enfrentando nossos medos e mudar

Planejar o ano numa sintonia em que haja flexibilidade para as nossas ações.

Sendo assim, conforme as turbulências estiverem difíceis, nas competições

Possamos transpor os obstáculos, buscando na raiz, tentando arrumar

Com um embasamento sólido seguro, e conseguindo assim  melhorar

 

 

Produção: Miriam Carmignan

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s