Minha alma chora

 

alma gemea foto

Volta! Meu doce amor verdadeiro

Que se dissipou como as nuvens

Num breve momento passageiro.

 

Tormentos, tamanhos sofrimentos

Lágrimas de eternos mui lamentos

Existência da mais pura onipotência.

 

O tempo abranda, mas não apaga

Os sentimentos que armazenados

Dos eternos e felizes enamorados.

 

Almas gêmeas, vistas que se cruzam

Ventura feliz e sempre comemorada

Distância não separa quem é amada.

 

 

Produção texto: Miriam Carmignan

Anúncios

Um comentário sobre “Minha alma chora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s